Centenário da Arquidiocese de Maceió

terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Amar a Deus de coração sincero

“Este povo me honra com os lábios, mas seu coração está longe de mim. De nada adianta o culto que me prestam, pois as doutrinas que ensinam são preceitos humanos” (Mc 7,6-7).
Os fariseus estão questionando a Jesus porque os discípulos d’Ele comem sem lavar as mãos. Os fariseus prestam atenção em cada detalhe, eles estão ali preocupados com cada preceito legal, então, caem no legalismo e não se preocupam com o essencial. Não é que para Deus não seja importante a lei, mas é que antes da lei vem o coração, e o coração vem acima de qualquer lei. Que coração? O coração que ame a Deus acima de todas as coisas.
Ninguém pode colocar em prática a lei de Deus, exigir a prática da lei de Deus sem primeiro amar a Deus com o coração. Por isso, Jesus está dizendo: “olha esse povo me honra com os lábios”. Não há nada mais hipócrita do que a religião que presta culto só com a boca mas não com o coração; não há nada mais hipócrita do que a religião que pratica a lei mas não vive o amor.
Precisamos estar muito atentos aos tempos em que vivemos, porque as pessoas estão cada vez mais legalistas e amando cada vez menos. Estamos colocando Deus, e o amor a Ele, cada vez mais embaixo. Nós temos de viver os preceitos, as leis morais, os mandamentos do Senhor, e não descuidemos de nada, porém, amemos a Deus com o coração para que o nosso culto não seja um culto abominável aos olhos do Senhor.

Deus está nos pedindo que nós O amemos de verdade e de todo coração

É Jesus quem está dizendo: “De nada adianta os cultos que vocês Me prestam, pois as doutrinas que vocês ensinam são meros preceitos humanos”. Que duro escutar isso do Senhor! Porque as pessoas estão discutindo, estão brigando por preceitos humanos… Nós não estamos brigando para amar a Deus de coração sincero, de coração puro, nós estamos descartando os outros, em nome de Deus. Estamos brigando uns com os outros, promovendo guerras nos vários campos da vida, em nome de Deus. E Deus não pediu para ninguém fazer guerra nem massacrar o outro em nome d’ Ele; Deus não pediu para ninguém criar discórdia, desunião, separação em nome d’Ele.
O que Deus está nos pedindo é que nós O amemos de verdade e de todo coração. Quem O ama vai saber amar o seu irmão muito mais do que as leis e os preceitos. É este culto que Deus quer de nós, o culto da verdade, o culto do amor, do coração que não se prende em primeiro lugar aos preceitos, mas se prende acima de tudo ao amor porque  é só ele que nos salva.

Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário