Sorteio

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

Hoje na paróquia


Evangelho de hoje, quinta-feira, 15/11/2018


Evangelho do dia - Lc 17,20-25
Naquele tempo, 20os fariseus perguntaram a Jesus sobre o momento em que chegaria o Reino de Deus. Jesus respondeu: “O Reino de Deus não vem ostensivamente. 21Nem se poderá dizer: ‘Está aqui’ ou ‘Está ali’, porque o Reino de Deus está entre vós”.
22E Jesus disse aos discípulos: “Dias virão em que desejareis ver um só dia do Filho do Homem e não podereis ver. 23As pessoas vos dirão: ‘Ele está ali’ ou ‘Ele está aqui’. Não deveis ir, nem correr atrás. 24Pois, como o relâmpago brilha de um lado até o outro do céu, assim também será o Filho do Homem, no seu dia. 25Antes, porém, ele deverá sofrer muito e ser rejeitado por esta geração”. —Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Comentário
O Reino de Deus está presente na pessoa e na ação de Jesus. A nós cabe reconhecer sua presença entre nós. O Cristo é o missionário do Pai, o enviado, o Messias que veio para inaugurar entre nós o Reino de Deus. Quando vivemos os valores do Evangelho, que nos dão vida, liberdade e a certeza da eternidade, estamos vivendo sua presença entre nós. Por isso, o Evangelho será sempre a Boa Notícia para os viventes. Também hoje, ao celebrarmos a proclamação da República, tomemos consciência de nossos direitos de cidadãos e que o bem comum seja respeitado e se acabe a corrupção em nossa pátria.

Oração
ÓDeus, que constituístes o Cristo sumo e eterno sacerdote para vossa glória e salvação da humanidade, dai ao povo resgatado por seu sangue participar do memorial que nos deixou, obter a forçade sua cruze a glória da ressurreição. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Fonte - http://www.a12.com/reze-no-santuario/deus-conosco

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

Evangelho de hoje, quarta-feira, 14/11/2018


Evangelho do dia - Lc 17,11-19
11Aconteceu que, caminhando para Jerusalém, Jesus passava entre a Samaria e a Galileia. 12Quando estava para entrar num povoado, dez leprosos vieram a seu encontro. Pararam à distância, 13e gritaram: “Jesus, Mestre, tem compaixão de nós!” 14Ao vê-los, Jesus disse: “Ide apresentar-vos aos sacerdotes”.
Enquanto caminhavam, aconteceu que ficaram curados. 15Um deles, ao perceber que estava curado, voltou glorificando a Deus em alta voz; 16atirou-se aos pés de Jesus, com o rosto por terra, e lhe agradeceu. E este era um samaritano.
17Então Jesus lhe perguntou: “Não foram dez os curados? E os outros nove, onde estão? 18Não houve quem voltasse para dar glória a Deus, a não ser este estrangeiro?” 19E disse-lhe: “Levanta-te e vai! Tua fé te salvou”. — Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Comentário
Dentre tantas coisas bonitas no mundo, a gratidão será sempre mais comovente. Quem agradece reconhece o benefício recebido. E quem é agradecido fica feliz por ter praticado o bem. Não foi o que aconteceu com os leprosos curados por Jesus, quando apenas um foi capaz de voltar e agradecer. Na verdade, temos só o que agradecer a nosso Senhor. Para quem se julga “rico, satisfeito e beneficiado”, certamente não vê necessidade de agradecer. Pensemos!
Sendo hoje o Dia Nacional da Alfabetização, tomemos consciência desse direito inalienável de todas as pessoas.

Oração
Deus de poder e misericórdia, afastai de nós todo obstáculo para que, inteiramente disponíveis, nos dediquemos ao vosso serviço. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Fonte - http://www.a12.com/reze-no-santuario/deus-conosco

Hoje na paróquia


terça-feira, 13 de novembro de 2018

Hoje na paróquia


Evangelho de hoje, terça-feira, 13/11/2018


Evangelho do dia - Lc 17,7-10
Naquele tempo, disse Jesus: 7“Se algum de vós tem um empregado que trabalha a terra ou cuida dos animais, por acaso vai dizer-lhe, quando ele volta do campo: ‘Vem depressa para a mesa?’ 8Pelo contrário, não vai dizer ao empregado: ‘Prepara-me o jantar, cinge-te e serve-me, enquanto eu como e bebo; depois disso poderás comer e beber?’ 9Será que vai agradecer ao empregado, porque fez o que lhe havia mandado? 10Assim também vós: quando tiverdes feito tudo o que vos mandaram, dizei: ‘Somos servos inúteis; fizemos o que devíamos fazer’”. —Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Comentário
Vivemos na gratuidade do amor de Deus por nós. Tudo o que dele recebemos não é por merecimento nosso, mas de Jesus, seu Filho. Talvez queiramos fazer “nossas cobranças” a Deus, porém, tudo o que temos já nos veio dele. A pessoa de fé conduz sua vida na gratuidade do Senhor, reconhece sua limitação humana e o coloca em primeiro lugar. Assim, em tudo o que fizermos, “fizemos o que devíamos fazer”.

Oração
Deus de poder e misericórdia, afastai de nós todo obstáculo para que, inteiramente disponíveis, nos dediquemos ao vosso serviço. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Fonte - http://www.a12.com/reze-no-santuario/deus-conosco