Sorteio

terça-feira, 16 de julho de 2019

Como Maria, façamos a vontade do Pai


“Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos? E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: ‘Eis minha mãe e meus irmãos’. Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe” (Mateus 12,48-50).
Hoje, celebramos a Mãe de Jesus. Celebramos Maria sobre o título de Nossa Senhor do Carmo. Nossa Senhora do Monte Carmelo faz parte da devoção do povo de Deus desde quando ela apareceu, no século XII, naquele eremitério, no monte carmelo para São Simão Stock e, depois, para todos aqueles que o acompanharam na missão.
O mais importante é que São Simão subiu aquele monte, que representa o Cristo, para ali buscar a luz e a graça de Deus. Recebeu das mãos da Mãe de Jesus a graça e a proteção, a partir do santo escapulário.
Maria foi Aquela que fez na sua vida a vontade de Deus; na Sua absoluta vontade, na sua maneira mais concreta de viver. Maria foi absoluta de Deus, toda d’Ele. Por isso, Jesus está aponta Ela como modelo, não é simplesmente porque ela O gerou, mas Maria gerou Jesus “humanamente falando”. Jesus nasceu de Maria, mas Ela se tornou a mais perfeita discípula de Jesus.
Quem é minha mãe? É Maria, porque Ela fez a vontade do Pai que está nos Céus. Mas você também pode ser como mãe, podemos ser como irmãos, se fizermos, na nossa vida, a vontade do Senhor.
Não basta rezarmos, termos o terço na mão ou no carro, se não procuramos fazer a vontade do Pai
Quando Maria, a Mãe de Jesus, entrega em nossas mãos o santo escapulário, Ela está dizendo: “Faça tudo o que Ele disser”, em outras palavras, para sermos como Ela ou estarmos na escola d’Ela, precisamos fazer tudo aquilo que o Senhor nos disser.
A beleza de quando nos colocamos na presença de Deus, Ele ilumina, instrui, dirige e direciona o nosso coração. Precisamos querer nos colocar na presença de Deus. Maria se colocou toda na presença de Deus. São Simão Stock se colocou todo na presença de Deus e, através da sua mãe, Deus instruiu o seu coração.
Não basta carregar o escapulário, não basta ter uma medalhinha de Nossa Senhora, não basta rezarmos, termos o terço na mão ou no carro, se não procuramos fazer a vontade do Pai.
O que caracteriza um discípulo de Jesus não é o que ele carrega de forma externa, não são símbolos ou sinais externos; o que o caracteriza é fazer a vontade do Pai, que está nos Céus, com toda a vontade da alma e do coração. Maria a fez, e está nos ensinando a fazer tudo o que Jesus nos disser.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Hoje na paróquia


Evangelho de hoje, terça-feira, 16/07/2019


Evangelho do dia - Mt 12,46-50
Naquele tempo, 46enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. 47Alguém disse a Jesus: “Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo”. 48Jesus perguntou àquele que tinha falado: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?” 49E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Eis minha mãe e meus irmãos. 50Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor!

segunda-feira, 15 de julho de 2019

Hoje na paróquia


Evangelho de hoje, segunda-feira, 15/07/2019


Evangelho do dia - Mt 10,34–11,1
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 10,34“Não penseis que vim trazer a paz à terra; não vim trazer a paz, mas sim a espada. 35De fato, vim separar o filho de seu pai, a filha de sua mãe, a nora de sua sogra.
36E os inimigos do homem serão os seus próprios familiares. 37Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim, não é digno de mim. Quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim, não é digno de mim. 38Quem não toma a sua cruz e não me segue, não é digno de mim.
39Quem procura conservar a sua vida vai perdê-la. E quem perde a sua vida por causa de mim vai encontrá-la. 40Quem vos recebe a mim recebe; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou. 41Quem recebe um profeta, por ser profeta, receberá a recompensa de profeta. E quem recebe um justo, por ser justo, receberá a recompensa de justo.
42Quem der, ainda que seja apenas um copo de água fresca, a um desses pequeninos, por ser meu discípulo, em verdade vos digo: não perderá a sua recompensa”. 11,1Quando Jesus acabou de dar essas instruções aos doze discípulos, partiu daí, a fim de ensinar e pregar nas cidades deles.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

sábado, 13 de julho de 2019

Evangelho de hoje, domingo, 14/07/2019


Evangelho do dia - Lc 10,25-37
Naquele tempo, 25um mestre da Lei se levantou e, querendo pôr Jesus em dificuldade, perguntou: “Mestre, que devo fazer para receber em herança a vida eterna?”
26Jesus lhe disse: “O que está escrito na Lei? Como lês?” 27Ele então respondeu: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração e com toda a tua alma, com toda a tua força e com toda a tua inteligência; e ao teu próximo como a ti mesmo!”
28Jesus lhe disse: “Tu respondeste corretamente. Faze isso e viverás”.
29Ele, porém, querendo justificar-se, disse a Jesus: “E quem é o meu próximo?”
30Jesus respondeu: “Certo homem descia de Jerusalém para Jericó e caiu nas mãos de assaltantes. Estes arrancaram-lhe tudo, espancaram-no, e foram-se embora, deixando-o quase morto.
31Por acaso, um sacerdote estava descendo por aquele caminho. Quando viu o homem, seguiu adiante, pelo outro lado. 32O mesmo aconteceu com um levita: chegou ao lugar, viu o homem e seguiu adiante, pelo outro lado.
33Mas um samaritano, que estava viajando, chegou perto dele, viu e sentiu compaixão. 34Aproximou-se dele e fez curativos, derramando óleo e vinho nas feridas. Depois colocou o homem em seu próprio animal e levou-o a uma pensão, onde cuidou dele. 35No dia seguinte, pegou duas moedas de prata e entregou-as ao dono da pensão, recomendando: ‘Toma conta dele! Quando eu voltar, vou pagar o que tiveres gasto a mais’”.
E Jesus perguntou:
36“Na tua opinião, qual dos três foi o próximo do homem que caiu nas mãos dos assaltantes?” 37Ele respondeu: “Aquele que usou de misericórdia para com ele”.
Então Jesus lhe disse: “Vai e faze a mesma coisa”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Evangelho de hoje, sábado, 13/07/2019


Evangelho do dia - Mt 10,24-33
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 24“O discípulo não está acima do mestre, nem o servo acima do seu senhor. 25Para o discípulo, basta ser como o seu mestre, e para o servo, ser como o seu senhor. Se ao dono da casa eles chamaram de Belzebu, quanto mais aos seus familiares!
26Não tenhais medo deles, pois nada há de encoberto que não seja revelado, e nada há de escondido que não seja conhecido. 27O que vos digo na escuridão, dizei-o à luz do dia; o que escutais ao pé do ouvido, proclamai-o sobre os telhados! 28Não tenhais medo daqueles que matam o corpo, mas não podem matar a alma! Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno! 29Não se vendem dois pardais por algumas moedas? No entanto, nenhum deles cai no chão sem o consentimento do vosso Pai. 30Quanto a vós, até os cabelos da cabeça estão todos contados. 31Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais.
32Portanto, todo aquele que se declarar a meu favor diante dos homens, também eu me declararei em favor dele diante do meu Pai que está nos céus. 33Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus. — Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.