Sorteio

Carmelo de Maceió


HISTÓRICO

No dia 04 de novembro de 2003, foi celebrada a festa de lançamento da pedra fundamental do Carmelo de Maceió.
O Carmelo é um convento ou mosteiro, onde vivem as monjas carmelitas descalças, que pertencem à Ordem religiosa, em que viveu santa Teresinha. O Carmelo sempre foi e é um lugar de paz, oração e silêncio, aonde muita gente acorre pedindo ajudaespiritual. Em quase todo o Brasil há Carmelos, mas, até pouco tempo, nosso Estado não o tinha. Hoje, porém, após anos de sacrifícios, suores, lutas, lágrimas e até perseguições, Maceió tem o seu Carmelo, o Carmelo Santa Teresinha.
No alto de um morro, chamado Monte Carmelo, em Riacho Doce, ergue-se, imponente, o nosso Carmelo. As vocações afluíram com presteza e, em pouco tempo, nosso jardim está cheio de belas flores que formam a comunidade.
No dia 1º de outubro de 2011, foi celebrada a primeira Missa na igreja pública do Carmelo.
Agora, você pergunta: como posso ajudar o Carmelo? É muito simples, você pode depositar uma quantia qualquer no Unibanco, Agência 0293, conta 662214-7, em nome da Associação Beneficente Carmelo de Maceió. Ou, adquira seu carnê, para pagamento mensal, com o mons. Pedro Teixeira Cavalcante (Fone: 9971-1164). Ou ainda, com qualquer oferta em dinheiro ou material de construção, entrando sempre com contato com o Monsenhor Pedro.


Cartas

- enviada aos Carmelos
- correspondent to the Carmelos
- correspondant au Carmelos
- corrispondente al Carmelos
- Korrespondent zum Carmelos
- correspondiente al carmelos

FOTOS
Clique na imagem para ver mais fotos!


Inauguração

Carmelo Santa Teresinha é inaugurado no Distrito de Riacho Doce, em Maceió

Na terça-feira, 01 de Outubro de 2014, em que na liturgia da Igreja se recorda a memória de Santa Teresinha do Menino Jesus, foi inaugurado o Carmelo de Maceió, reunindo milhares de fiéis que foram até o local para participarem das festividades alusivas a este momento.
Pouco mais das 10h da manhã não havia mais como os veículos terem acesso à subida do Carmelo, visto a quantidade de pessoas que se aglomeravam no local.
As 13 monjas que compõem o Carmelo, juntamente com o monsenhor Pedro Teixeira Cavalcante – idealizador do Carmelo de Maceió, acolhiam, radiantes, os bispos, presbíteros, diáconos, religiosos, religiosas, seminaristas e as diversas autoridades constituídas que chegavam para a cerimônia de inauguração.
Antes de iniciar a Santa Missa solene, dom Antônio Muniz Fernandes, arcebispo metropolitano de Maceió, ladeado pelo monsenhor Pedro, descerraram a Placa Inaugural.  Em seguida teve início a Celebração Eucarística, tendo a presidência de dom Antônio, e a concelebração de dom Valério Breda – bispo de Penedo; dom Dulcêncio Fontes – bispo de Palmeira dos Índios; dom Edvaldo Amaral e dom José Carlos, arcebispos eméritos de Maceió, bem como diversos sacerdotes diocesanos e religiosos.
No início da Missa dom Muniz saudou os presentes e partilhou sua imensa alegria pela inauguração do Carmelo, e a presença das monjas que intensamente oram em favor da Igreja, de modo particular, a Igreja que está em Maceió.
“Hoje esta festa devemos ao grande baluarte e idealizador deste projeto, o padre Pedro. Por isso, passo a ele o encargo de fazer a homilia, neste dia”, disse dom Antônio.
Dirigindo-se aos bispos presentes, e ao povo de Deus em geral, comentou monsenhor Pedro Teixeira: “quando eu cheguei em Maceió, padre jovem, um padre já de idade, o monsenhor João Leite Neto, que foi meu superior no Seminário, pediu-me para construir um Carmelo em Maceió, e eu disse que era o meu sonho... Mas eu quero dizer que o fundador deste Carmelo é dom Antônio Muniz, pois foi ele quem trouxe as irmãs. Eu sou apenas o pedreiro, o construtor e nada mais. Com o Carmelo, pensei que minha contribuição era a de construir uma Igreja mais orante para Maceió, isso em consonância com as obras sociais existentes em nossa Arquidiocese. E assim fizemos”.
Monsenhor Pedro agradeceu pessoalmente o incentivo de cada bispo e de cada padre, bem como, das irmãs e dos frades Carmelitas, e dos benfeitores que sempre o encorajaram e o apoiaram na construção do Carmelo.  Agradeceu também ao povo de Deus das paróquias do Vergel e da Jatiúca – especialmente aos casais do ECC.
“Aqui é o lugar onde me sinto muito feliz. Todos os dias de manhã quando chego para celebrar a Missa às vezes não quero voltar para casa. Quando rezo aqui com as irmãs sinto como que saindo ‘raios lasers’ da graça de Deus para toda a cidade de Maceió, para todo o Estado... Santa Teresinha do Menino Jesus é a Santa da simplicidade, aquela que traçou o caminho reto, direto, para Deus: o caminho do Amor, pois disse antes de morrer: ‘só o Amor conta porque Deus é Amor’. No dia que nós colocarmos em exercício este Amor nossa vida será diferente”, testemunhou emocionado monsenhor Pedro. Disse mais: “Dom Antônio, permita-me repassar a escritura de todo este terreno, que até o momento estava em meu nome, e a partir de agora é de pertença das monjas”, finalizou.
Monsenhor Pedro disse que quer continuar sendo essa pequena luz, através do Carmelo de Maceió, e que, com a graça de Deus, deseja construir apartamentos para que o povo de Deus tenha um lugar para retiro nos arredores do Carmelo.
Após a homilia, dom Antônio presidiu a sagração do Altar e prosseguiu com a Santa Missa.
Nos momentos finais da Missa, frei Marcos Matsubara proferiu a carta-reconhecimento do frei Geraldo Afonso, provincial dos Frades Carmelitas; e a irmã Celina, madre superiora do Carmelo, leu uma carta do frei Patrício Sciadini parabenizando ao monsenhor Pedro por ocasião da inauguração do Carmelo.
Após a bênção final um helicóptero sobrevoou o Carmelo derramando pétalas de rosas para recordar as chuvas de rosas da qual falava Santa Teresinha. O momento emocionou os fiéis que, logo em seguida, puderam ter acesso às dependências do Carmelo. O mesmo, a partir de então se tornou clausura.
Dizeres da Placa Inaugural:
Carmelo Santa Teresinha
Em honra da Santíssima Trindade.
Em louvor de Maria Santíssima, Mãe do Carmo.
Em gratidão à Santa Teresinha,
Foi construído este Carmelo;
Vinda das Carmelitas para o Carmelo provisório em 01/10/07
Pedra Fundamental em 04/11/03
Chegada das Irmãs neste Carmelo em 01/10/09
Inauguração do Carmelo de Santa Teresinha em 01/10/13

Fonte - http://www.arquidiocesedemaceio.org.br/noticias/arquidiocese/2061/carmelo-santa-teresinha-e-inaugurado-no-distrito-de-riacho-doce-em-maceio