Sorteio

segunda-feira, 8 de julho de 2019

Pais, orem pelos seus filhos


“Jesus voltou-se e, ao vê-la, disse: ‘Coragem, filha! A tua fé te salvou’. E a mulher ficou curada a partir daquele instante” (Mateus 9,22).
Hoje, vemos duas realidades no Evangelho de sofrimentos que doem no fundo da alma e do coração. Primeiro, é o sofrimento de um pai de família, que se aproxima de Jesus e Lhe diz: “Minha filha acabou de morrer”. Aquele pai de família era um chefe, e o que ele poderia, agora, mandar na doença, na enfermidade, na morte? Ele estava sendo dominado por uma tristeza profunda na alma.
Quer impotência para um pai, para uma mãe do que não poder fazer nada pelo seu filho quando uma doença vem, muitas vezes, tomar conta. Eu vejo a aflição de uma mãe quando seu pequeno, ainda no colo, fica doente, enfermo! E depois, tantos outros sofrimentos! O mundo de hoje, tão facilmente, rouba os nossos filhos, mata-os aos poucos.
Que sofrimento é para um pai e para uma mãe quando as drogas, o álcool, a vida desenfreada, o desregramento, as práticas mundanas roubam os nossos filhos! O que resta para esses pais, muitas vezes, é chorar.
Queridos pais, querias mães, Jesus é o Salvador da nossa casa e da nossa família. Entreguem seus filhos a Jesus, peça aquilo que o chefe Lhe pediu: “Impõe tua mão sobre ela, e ela viverá”. Peçam a Jesus para colocar Suas mãos sobre seus filhos, mas vocês precisam também ser a mão de Deus tocando sobre eles.
Pai e mãe, orem pelos seus filhos, mas não somente um Pai-Nosso e uma Ave-Maria no cantinho da casa. Ore pelos seus filhos já no ventre. Quando a mãe engravida, a primeira atitude é alegrar-se, mas, junto com a alegria, a segunda atitude pode ser orar.
Ore, seja bênção, comunique a bênção para os seus filhos
Hoje, infelizmente, nem bênção os filhos pedem aos pais, e os pais mal dão a bênção aos seus filhos. Às vezes, alertam-se em procurar o Senhor depois que algo de mais grave acontece. Ore, seja bênção, comunique a bênção para os seus filhos.
Jesus quer abençoar como Ele abençoou essa menina que estava dormindo. Os nossos filhos estão dormindo como nós também estamos dormindo, e a mão de Jesus é para nos acordar, é para acordar os nossos filhos.
Se você não consegue orar pelo seu filho quando Ele está acordado, porque ele não gosta, ore quando ele estiver dormindo, deixe Jesus tocá-lo. Não permitamos que os nossos desanimem nem você desanime diante de qualquer situação que viva o seu filho. Ore, de verdade, colocando suas mãos abençoadas.
Não há graça maior do que os pais orando pelos filhos. Acontece que muitos pais lamentam e choram num canto e se agonizam sem saber viver do poder da graça e da oração.
Ore pelos seus, porque você é o canal comunicador da graça de Deus, a começar pela sua casa.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário