Sorteio

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Oferta o teu coração a Deus

Nessa quaresma faça a experiência de ofertar o seu coração e a sua vida para Deus
“Portanto, quando tu estiveres levando a tua oferta para o altar, e ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa a tua oferta ali diante do altar, e vai primeiro reconciliar-te com o teu irmão. Só então vai apresentar a tua oferta” (Mt 5, 20-26).
Quando nos apresentarmos diante de Deus vamos inteiros, com aquilo que somos e com o que temos. Nós não vamos a Deus fracionado, ou seja, pela metade. Desse modo, achamos que agradamos a Deus, pois, estamos levando a nossa oferta; “dando” a minha casa e meus bens; fazemos nosso ofertório na missa; pagamos o dízimo, etc., essas coisas são boas e as precisamos fazer, isso é ter compromisso com as coisas de Deus e  diante dessas coisas não podemos ser omissos. Mas, o mais importante que a nossa oferta “material” é a oferta do nosso coração e da nossa vida para Deus.
Podemos passar a vida inteira ajudando, fazendo coisas boas e participando das coisas da Igreja, porém, se não nos reconciliamos com Deus e com os irmãos, serão em vão todas as ofertas e dons que oferecemos a Deus.
O dom que devemos, por excelência, oferecer ao Senhor é o nosso coração reconciliado. Esse tempo de graça no qual vivemos, é um tempo de revisão de vida, de revermos as atitudes, os relacionamentos e sempre temos algo para resolvermos com o nosso irmão.
Se ficaram situações mal resolvidas, não as ignoremos, pois, essas ficarão pesadas e “embrulhando” dentro de nós, e assim, nos acostumamos a sermos pessoas que hora estamos mal aqui, e outra acolá, porque, nos acostumamos com situações não resolvidas dentro de casa, com nossos irmãos, a começar por aqueles mais próximos. Não deixemos mais situações mal resolvidas.
Temos pessoas com as quais sempre precisamos nos reconciliar. Casais que estão há anos juntos, vivem até em intimidade, mas não são reconciliados; há irmãos que se machucaram, viveram situações complicadas, mas conversam por conversar, e não se reconciliaram; há irmão de fé, que falam de Deus, cantam bonito, pregam, emocionam-se, porém, não vivem a reconciliação.
Não sejamos hipócritas! Deus não quer nosso canto ou que falemos bonito d’Ele, Ele quer, acima de tudo, que estejamos reconciliados com Ele e com os outros. Essa é a oferta que agrada ao coração de Deus.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova.
https://www.facebook.com/pe.rogeraraujo/?fref=ts

Nenhum comentário:

Postar um comentário