Centenário da Arquidiocese de Maceió

segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

Alegremo-nos, é Natal. Nasceu o Salvador



Hoje nasceu para nós o Salvador, que é Cristo, o Senhor. (Sl 95).
Durante quatro semanas celebramos o tempo do advento, no qual a Igreja nos convidou a contermos nossa alegria e esperarmos a alegria maior do nascimento do Menino-Deus, que veio ao mundo para nos salvar, por isso o advento foi tempo de espera e conversão, tempo de preparação.
Passado os quatro domingos do advento celebramos a grande festa do Natal de Jesus, ALEGREMO-NOS, POIS NASCEU O NOSSO SALVADOR!!!
“Glória a Deus no mais alto dos céus e paz na terra aos homens por Ele amados” (Lc 2, 14).
Durante o período natalino nos revestimos de solidariedade, amor e compaixão. Com a vinda de Jesus nos sentimos confortados para enfrentar todas as dificuldades futuras.
Ao celebrarmos o Natal devemos recordar que este acontecimento é essencial à história da Salvação, pois sem nascimento não haveria ressurreição. Não podemos nos esquecer de Maria e José, Maria foi aquela que prontamente atendeu ao chamado de Deus, e José, que teve a coragem de aceitar sua esposa, virgem e grávida, vivendo como exemplo de família, os dois foram os responsáveis por toda a criação de Jesus, mesmo com as adversidades e perseguições. Assim profetizou Isaías: “Eis que a virgem conceberá e dará a luz um filho” (Is 7, 14).
Sabemos que Jesus nasceu, morreu e ressuscitou, mas nem por isso celebramos no natal um fato do passado, mas sim revivemos aquele fato, que acontece hoje para nós. Hoje nasceu para nós o Salvador.
Este é o tempo propício para que também nós tenhamos uma vida nova, para que não deixemos o clima natalino morrer no dia 26 de dezembro, ao contrário, vivamos o natal a cada dia, em todos os lugares.
O natal é considerado a festa da luz, pois “o povo, que andava na escuridão, viu uma grande luz; para os que habitavam nas sombras da morte, uma luz resplandeceu” (Is 9, 1). Sem dúvida essa luz é Jesus.
Vivamos o verdadeiro sentido do natal, para que a alegria desta grande festa não se torne mero folclore. Não deixemo-nos envolver com os elementos profanos do natal, mas sim com os valores que circundam a boa notícia do nascimento de Jesus, o amor, a fraternidade, a alegria.
Um feliz e abençoado Natal.
Fonte - http://www.capelasaobenedito.org.br/?p=408

Nenhum comentário:

Postar um comentário