Sorteio

terça-feira, 29 de agosto de 2017

A verdade deve ser sempre o centro da nossa vida

Observe-se, cuide-se e viva uma vida autêntica para a cabeça não se perder
“João dizia a Herodes: ‘Não te é permitido ficar com a mulher do teu irmão’. Por isso Herodíades o odiava e queria matá-lo, mas não podia” (Marcos 6,18).
Hoje, celebramos o martírio de São João Batista, um homem que passou toda a sua vida servindo ao Evangelho, ao Reino de Deus, e preparando os caminhos do Senhor. Morreu, porque arrancaram-lhe a cabeça, mas ele deu a cabeça para viver a verdade e anunciá-la, porque ele estava em Deus.
Herodíades perdeu a cabeça de outra forma. Ela era uma mulher sem juízo, que se juntou com outro sem juízo e “sem cabeça”, que era Herodes. Ela deixou seu marido para viver com um homem que não lhe pertencia.
João Batista não condenou Herodíades e Herodes; pelo contrário, apenas disse a verdade a eles: “Essa mulher não te pertence”. E não pertencia mesmo! Mas Herodíades odiava João, porque ele havia lhe dito a verdade.
Sabe, meus irmãos, não odiemos a verdade, não odiemos quem nos diz a verdade. Se esta nos incomoda, permitamo-nos ser incomodados por ela. Se a verdade não nos diz respeito, deixemo-nos viver no cuidado da própria vida.
Quem está de pé, cuidado para não cair! Observe-se, cuide-se e viva uma vida autêntica, pois é muito fácil perdermos a cabeça, desviarmo-nos da verdade. É muito fácil seguirmos as loucuras do mundo e perdermos o juízo da vida.
João tinha uma cabeça centrada em Deus, e isso significa viver a verdade e na verdade. João Batista é para nós um testemunho de vida evangélica, que tinha Deus como centro da sua vida.
Ter a cabeça no lugar é colocar Deus em primeiro lugar, é não se desviar da verdade nem se deixar satisfazer pelos seus próprios interesses ou desejos egoístas e orgulhosos. É, acima de tudo, deixar-se ser incomodado pela verdade. Há coisas pequenas ou, às vezes, grandes em nossa vida, que nós precisamos ser corrigidos, mas não gostamos, porque o orgulho não nos permite, fere-nos. É uma graça a ser corrigida, porque a correção melhora a nossa vida e não nos permite perder a cabeça.
Se não perdemos a cabeça, não perdemos o Céu nem Deus em nosso coração.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: mailto:padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário