Centenário da Arquidiocese de Maceió

terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Amemos uns aos outros como Deus nos ama

Amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece Deus” (1Jo 4,7).
O conhecimento de Deus não é um conhecimento teórico. Ainda que existam teorias, teologias, ainda que existam as ciências que nos ajudam a compreender o mistério de Deus, só se aproxima d’Ele quem vive a experiência do amor, porque Deus é amor, e todo aquele que nasceu de Deus ama, porque d’Ele aprende a amar.
Muitas vezes, não nascemos do amor nem o vivenciamos, mas não importa se viemos de uma família difícil, se passamos por situações complicadas na vida, o importante é que fomos resgatados por Deus e foi o amor d’Ele que nos resgatou. Uma iniciativa amorosa de Deus de vir até nós para nos apresentar o tamanho do amor que Ele tem por nós.
Precisamos ser mergulhados nesse amor, batizados e renovados nele, precisamos nos encher desse amor de Deus, porque é o amor d’Ele que faz nova todas as coisas.
Enchendo-nos desse amor divino, precisamos amar uns aos outros. Existem muitas pessoas falando de Deus, proclamando, exaltando e invocando-O, fazendo orações em nome d’Ele, mas não têm vivência no amor, não têm caridade, respeito para com o outro, falam mal e agem contra os outros.

Não há outro caminho para a salvação, a não ser que amemos uns aos outros, porque só assim chegaremos a Deus

Toda pregação, toda falação, toda oração não tem sentido nenhum se, na frente, não vem o amor e a caridade. Podem até fazer piruetas em nome de Deus, podem até subir os Céus, citar mortos, mas se não tem amor, que Deus é esse?
A pessoa grita, solta até espuma pela boca, mas se não tem amor para que serve? Nenhuma outra coisa nos salva, nem mesmo quem diz “Senhor, Senhor” o dia todo, 24 horas sem parar, nem quem fica o tempo inteiro na presença de Jesus, pois se não ama o seu irmão, para que serve?
Aprendemos de Deus que precisamos amar uns aos outros. Se você desistiu do amor, desistiu de Deus; se você se cansou do amor, cansou-se de Deus e a Sua experiência é uma experiência fanática, frustrada e sem frutos.
O fruto da nossa relação com Deus é o amor para com os irmãos. Algumas pessoas me decepcionaram, algumas pessoas eu nem comungo com o que elas pensam, mas não posso, de forma nenhuma, desistir de amá-lo. Mas com que amor (porque o amor humano é fraco e insuficiente) devemos amar? Com o amor de Deus, com amor verdadeiro e autêntico. Se há pessoas falando de Deus, mas não estão amando, só estão fazendo barulho.
Como vivemos num mundo muito barulhento, muito confuso, estamos nos deixando confundir por tantas sentimentos enganosos e de ilusão. Não há outro caminho para a salvação a não ser que amemos uns aos outros, porque só assim chegaremos a Deus, porque Ele é puramente amor.
Deus abençoe você!

Padre Roger Araújo

Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário