Sorteio

quinta-feira, 19 de dezembro de 2019

Sejamos portadores da graça de Deus


Não tenhas medo, Zacarias, porque Deus ouviu tua súplica. Tua esposa, Isabel, vai ter um filho, e tu lhe darás o nome de João” (Lucas 1,13).
O mistério deste tempo da graça, que chamamos de Advento, nos conduz ao Natal do Senhor. Olhamos personagens importantes que são colaboradores da graça de Deus, pois, são homens e mulheres tementes a Deus, assim eram Isabel e Zacarias.
Não basta serem pessoas religiosas porque, na época de Jesus, muitos eram os religiosos e as religiosas, mas os verdadeiramente tementes a Deus, aqueles que eram justos diante d’Ele e obedeciam fielmente a Ele na Palavra e nos mandamentos, eram poucos; os pobres de Javé, como Maria, como José, como Isabel e como Zacarias.
Deus manifesta a Sua graça àqueles que Lhe obedecem, àqueles que, de verdade, colocam n’Ele a sua esperança e a sua confiança, é a eles que Deus visita, a eles que Deus manifesta a Sua graça e a Sua salvação. Não são aos grandes, aos conhecedores, mas visita aqueles que temem e tremem diante da Sua Palavra, ali Deus encontra morada e se faz presente.
Existem muitas coisas chamando a nossa atenção, mas não há presente nem maior graça do que Deus no meio de nós
Os anjos que acompanhamos na Primeira Leitura e, depois, no Evangelho, a manifestação do anjo a Zacarias; os anjos são, na verdade, mensageiros e comunicadores da graça, eles são portadores da mensagem divina ao nosso coração. Os anjos de Deus estão no meio de nós para anunciar e trazer a salvação. É preciso que busquemos o olhar místico, olhar da fé, da conversão; mas, acima de tudo, termos ouvidos obedientes e tementes a Deus e à Sua Palavra. Assim se encontrava o coração de Zacarias e Isabel, ambos servos do Senhor.
Que sejamos também servos tementes que escutam a Palavra do Senhor; e sejamos pobres de verdade. A pobreza, aqui, consiste em não colocar em nada que é material a alegria do nosso viver e da nossa existência.
Que usando os bens deste mundo, saibamos que a nossa única riqueza é o Senhor Nosso Deus; é para Ele que voltamos o nosso olhar, o sentido e a razão do nosso viver. Existem muitas coisas ofuscando a nossa vida, inclusive, neste tempo em que nos preparamos para o Natal. Existem muitas coisas chamando a nossa atenção, mas não há presente nem maior graça do que Deus no meio de nós.
Só os pobres verdadeiros de coração poderão acolher a Jesus no tempo em que Ele se manifesta a nós.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário