Sorteio

sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Somos o lugar da presença de Deus


Jesus entrou no Templo e começou a expulsar os vendedores. E disse: ‘Está escrito: Minha casa será casa de oração’” (Lucas 19,45).
Esta é a primeira verdade: a casa de Deus é casa de oração, o templo, a capela, o santuário. Qualquer lugar onde nós vamos que se chama Igreja é o lugar da presença de Deus. E o lugar da presença de Deus é o lugar de orarmos a Deus, falarmos com Ele, estarmos em comunhão com Ele.
Não façamos das nossas igrejas lugares para outras coisas. “O zelo pela sua casa me consome”. Foi consumido por esse zelo que Jesus expulsou os vendedores.
Ninguém precisa ser expulso da Igreja, mas precisamos expulsar de dentro de nós aquilo que não nos permite sermos templos vivos de Deus, Igreja de Deus e lugar da presença de Deus.
Vamos ao templo, mas não é para ficarmos confusos, e sim para sermos purificados, lavados e renovados para crescermos na comunhão com o Senhor. Por isso, o templo é o lugar de expulsar o mal, mas o primeiro templo somos nós. Somos o lugar da morada de Deus.
Deus habita em nós, e o batismo fez em nós o lugar onde Deus habita. Deus habita no nosso nosso coração, na nossa alma, no nosso corpo, no nosso ser, e não podemos transformar essa casa numa casa de comércio, de bagunça e agitação.
Já deu para ver o quanto somos agitados, o quanto somos bagunçados e confusos. O barulho que se faz na Igreja não vem principalmente de fora, ele vem de dentro. Olha o quanto a nossa cabeça está rezando, está pensando em mil e uma coisas. Olha o quanto estamos na presença de Deus, mas estamos cheios de devaneios, estamos indo para todos os lados e não nos centramos em Deus.
Deus habita em nós, e o batismo fez em nós o lugar onde Deus habita
A ação que Jesus fez naquele templo, é a ação que precisamos pedir e suplicar para que Ele realize todos os dias neste templo que é cada um de nós.
Precisamos expulsar tudo aquilo que está bagunçando o nosso interior, para que essa casa, que somos nós, seja casa de oração, seja casa e lugar da presença de Deus. Porque, se nós sucumbirmos a tudo aquilo que nos agita e nos perturba; se nos deixarmos levar pelas ansiedades da vida, se nos entregarmos às tribulações, às preocupações e às tensões que todos nós temos, não seremos e nem conseguiremos ser pessoas orantes, pessoas que, de fato, se colocam em comunhão com Deus.
Quando Deus quer falar conosco, Ele encontra tanto barulho dentro de nós, tem vozes, desejos, ambições, mágoas, ressentimentos, rancores e coisas confusas.
Expulsemos a confusão, saiamos da confusão, saiamos de tudo aquilo que interiormente nos agita, para entrarmos na sobriedade do Espírito, para sermos o lugar, a morada e onde Deus faz a Sua presença.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário