Sorteio

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Precisamos dar a Deus o melhor do nosso tempo

Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a sua palavra” (Lucas 10,39).
Hoje, estamos meditando a visita de Jesus à casa destas duas irmãs, Marta e Maria. Podemos contemplar, na nossa própria vida, Jesus nos visitando e presente no meio de nós, Jesus em nossa casa, em nossa família, a postura que temos para com o Senhor, porque a verdade é que o Senhor está no meio de nós.
Como nós nos portamos e nos comportamos diante da presença maravilhosa de Deus que veio nos visitar? Pode ser que a nossa atitude seja a mesma de Marta: ocupada, atarefada, não ignorando: “Deus está aqui, mas eu tenho muitas coisas importantes para fazer. Quando eu acabar, vou dar atenção a isso”.
A verdade é que fazemos assim com a nossa vida, esperamos ter tempo para dar tempo a Deus e escutá-Lo.
No mundo de ocupações em que vivemos, nos dias de hoje, o tempo não sobra. E o tempo que sobra nos consome pelo cansaço e por outras ocupações que achamos mais importantes.
O fato é que, raramente sobra tempo precioso. Deus não merece a nossa sobra, nem nós merecemos a sobra para dar a Deus, precisamos dar a Ele o melhor do nosso tempo e da nossa escuta.
Que tenhamos tempo para que Deus fale a nós e para que a nossa alma O escute em primeiro lugar
Jesus está dizendo que Maria escolheu a melhor parte: sentar-se aos pés do Senhor para escutar a Sua Palavra.
Precisamos sentar, e ‘sentar’ quer dizer acalmar, descer, não ficarmos em cima ocupados com a mente, com o coração, com as mãos, com as tarefas e obrigações. É o dever de sentar-se aos pés do Senhor para deixá-Lo falar, para que a sua Palavra, entre nós, penetre o nosso coração e faça a diferença na nossa vida.
No final da vida lamentaremos muito o tempo em que podíamos ter escutado o Senhor mas não O escutamos. Lamentaremos muito porque nos ocupamos com tantas coisas e não damos a Deus o dízimo do nosso tempo tão precioso e necessário não para Deus, e sim para a nossa própria vida.
Vamos ver que tudo que temos para realizar, a casa que temos de cuidar, os filhos que temos de criar, as responsabilidades do matrimônio, da vida profissional, seja ela qual for, terá mais sabor e sentido, e não cairemos em tantos abismos existenciais onde muitos estão sucumbindo porque não focam o seu tempo no essencial.
Que tenhamos tempo para que Deus fale a nós e para que a nossa alma escute a Deus em primeiro lugar.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário