Sorteio

sexta-feira, 20 de setembro de 2019

Tenhamos a vida transformada pela Palavra do Senhor


“Jesus andava por cidades e povoados, pregando e anunciando a Boa Nova do Reino de Deus. Os doze iam com ele; e também algumas mulheres que haviam sido curadas” (Lucas 8,1-2).
Na companhia de Jesus cabe todos nós. Ele deseja a nossa companhia, deseja que andemos com Ele naquilo que Ele faz. O que Jesus fazia? Ele andava por todos os lugares pregando e anunciando a Boa Nova do Reino de Deus.
Quando a Boa Nova do Reino de Deus é pregada, ela impregna a alma e o coração; converte as pessoas e muda o coração daqueles que acolhem a Palavra de Deus. E, essa Palavra, faz toda a diferença porque ela é a Boa Nova.
As pessoas estão em busca de novidades. A cada dia as pessoas querem novidades, mas a novidade vinda tão facilmente, virou uma coisa velha. O celular que era bom ontem, hoje, já está velho; o carro que era o melhor ontem, hoje, já está velho; a mensagem que você leu, rapidamente já a descarta. Mas a Palavra de Deus não, ela é sempre nova, porque só ela renova a nossa vida em todo lugar e circunstância quando nos abrimos para ela.
Por isso, aqueles que são transformados, curados e se abrem à Palavra do Senhor fazem companhia a Jesus. Primeiro, os Doze largaram tudo para segui-Lo e, depois, é citado as mulheres que foram curadas dos maus espíritos e doenças. Aqui citamos Maria Madalena (dela saíram sete demônios); Joana, mulher de Cuza, um alto funcionário de Herodes; Susana e tantas outras mulheres para dizer que: na companhia de Jesus todos nós cabemos e todos devemos ir.
A Palavra renova a nossa vida em todo lugar e circunstância, quando nos abrimos para ela
Não importa quem sejamos: pobre, rico, alguém que tenha muito ou pouco pecado, alguém que tenha sido muito atormentado pelo demônio ou alguém que tenha levado uma vida um pouco mais santa. Todos nós precisamos estar na companhia de Jesus e deixar que a presença d’Ele faça toda a diferença na nossa vida.
O fato é que essas mulheres citadas aqui, tiveram as suas vidas transformadas. Madalena, da qual tinham saído sete demônios, tornou-se a mulher do Espírito; era cheia dos demônios, mas se tornou cheia do Espírito Santo, foi a primeira e a mais importante testemunha da ressurreição de Jesus.
Joana, mulher de Cuza, funcionário importante de Herodes, não se deixou levar pelo sentimento da grandiosidade e do poder, tornou-se uma mulher humilde e servidora do Evangelho.
Susana e tantas outras mulheres que serviam, inclusive a Jesus, com seus bens e com tudo que possuíam. Mas o que elas mais possuíam não eram seus bens, era a vida e a doação. 
Eu escuto esse Evangelho e olho para tantas mulheres transformadas, renovadas e curadas que servem a Jesus de todo o coração. E, mesmo as que não são, se quiserem, Jesus faz toda a diferença na vida do homem e da mulher que se deixa renovar por Ele.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário