Sorteio

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

O Senhor cuida das tristezas do nosso coração

“’O Filho do Homem vai ser entregue nas mãos dos homens. Eles o matarão, mas no terceiro dia Ele ressuscitará’. E os discípulos ficaram muito tristes” (Mateus 17,22-23).
O que causou tanta tristeza no coração dos discípulos de Jesus? E o que causa tanta tristeza no nosso coração?
Tudo aquilo que possa parecer negativo. O Filho do Homem ser entregue, e o Filho do Homem é Jesus nas mãos dos homens a ser morto. Só de pensar numa realidade dessas, já nos causa tristeza. A verdade é que nós ficamos tristes com tudo aquilo que para nós respira e cheira morte, mas é porque paramos na morte, como se Deus fosse um deus da morte, como se o Senhor tivesse trazido a morte para nós quando, na verdade, Ele é o Deus da vida.
“Eles O matarão, mas no terceiro dia Ele ressuscitará”. Queremos que as coisas vertam ou caminhem sem seguir a rota da via da vida.
Não teremos vida de Deus em nós, se não passarmos pela via da morte. Não chegamos ao outro lado sem sairmos dessa vida. Do mesmo jeito, não passamos para uma vida nova, se não morrermos para a vida velha. Não passamos para a vida em Deus, se não morrermos para a vida mundana. A morte vai fazer muito pouco em nós quando vamos morrendo a cada dia para Deus.
Jesus não negou a sua morte, Ele a abraçou. E, a abraçando, Ele abraçou a vida nova; a vida ressuscitada que Ele mesmo veio nos trazer.
Ele não está dizendo que nós não teremos tristezas, dificuldades e tribulações
O Senhor quer cuidar de tudo aquilo que causa tristeza ao nosso coração, mas Ele não está dizendo que nós não teremos tristezas, dificuldades, tribulações, que não passaremos por momentos difíceis; e nem está nos dizendo que não morreremos.
Às vezes, quando alguém dos nossos morrem, decepcionamo-nos com Deus, como se Ele fosse o culpado. Mas é a vida de todos nós que caminha para isso; é a nossa vida que segue a rota.
O problema não é morrer, e sim não viver em Deus. O problema não é não morrer, o problema é morrer sem Deus. A questão não é morrer, mas não termos os olhos da vida de Deus em nós. Por isso, Cristo está preparando o coração dos Seus para aquilo que com Ele há de acontecer, para que ninguém surpreenda-se e decepcione-se.
Deus não quer o nosso coração decepcionado, por isso, abraçamos a vida em Deus, com a certeza de que teremos decepções, passaremos por momentos difíceis; teremos privações, provações, com a certeza de que também morreremos, mas a perspectiva é a da vida. Ele há de ressuscitar; e todas as tribulações que passarmos, podemos ter certeza de que, nelas, Deus há de nos dar a vida.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário