Sorteio

sexta-feira, 12 de julho de 2019

Precisamos ser pessoas simples


“Eis que eu vos envio como ovelhas no meio de lobos. Sede, portanto, prudentes como as serpentes e simples como as pombas” (Mateus 10,16).
Estamos no mundo maldoso, perverso, enganador e cercado de lobos ferozes, mas isso não é para nos atemorizar, pelo contrário, é para nos manter alertas, vigilantes, atentos e cuidadosos.
Um discípulo de Jesus não pode ser uma pessoa ingênua,isto é, viver com ingenuidade. Precisamos ser simples como as pombas, não podemos nem precisamos complicar a vida. Algumas pessoas têm o dom de tudo complicar: um problema ela transforma em vários problemas; uma coisa que é pequena ela torna grande; uma situação que pode se resolver com paciência e entrega, a pessoa já fica desesperada, cria todo um pânico, pavor, faz um alarde.
Sabemos que monstros não existem, mas criamos muitos deles, pois transformamos “bichinhos, lagartinhos” em verdadeiras monstruosidades para a nossa vida, assustamo-nos com coisas pequenas. Não é as coisas lá fora que estão complicadas, é dentro de nós que as coisas se complicam. Por isso, o Reino de Deus quer e precisa fazer de nós pessoas simples. Não é a simplicidade do simplório, daquela pessoa que não se cuida, é a simplicidade de enxergar o mundo com humildade, com os pés no chão, com a simplicidade necessária. 
É a simplicidade de enxergar o mundo com humildade, com os pés no chão, com a simplicidade necessária
Ao mesmo tempo, precisamos ser prudentes. Não podemos deixar a ingenuidade tomar conta do nosso coração. Precisamos estar vivos, ligados à esperteza, mas não é a esperteza de passar a perna nos outros, é a esperteza daquele que sabe usar a prudência, daquele que está atento com as coisas que estão acontecendo, que não se deixa levar por qualquer conversa e situação; não se deixa envolver em coisas complicadas; daquele que examina, coloca prudência, temperança naquilo que faz. Pois, simplesmente diz: “É Deus que fará. Deus que dirá”.
A pessoa precisa saber se determinar na vida. O Reino de Deus cria têmpera em nós para sabermos lidar com as situações adversas e complicadas da vida.
Peçamos, hoje, essa graça ao Senhor, em meio aos “lobos” com os quais convivemos, no meio do mundo onde nós vivemos, precisamos ser simples, prudentes, determinados e atentos, mas jamais ingênuos diante das situações da vida.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário