Sorteio

segunda-feira, 1 de julho de 2019

Os justos podem salvar o mundo


“Abraão disse: ‘Que o meu Senhor não se irrite, se eu falar mais uma vez: e se houvesse apenas dez?’ Ele respondeu: ‘Por causa dos dez, não a destruiria’” (Gn 18,32).
Hoje, estamos acompanhando o papel de intercessor que Abraão, o justo, exerce diante de Deus para poder salvar Sodoma e Gomorra da destruição. Deus não destrói nada, mas o mal por si só destrói todas as coisas. A injustiça, a iniquidade e a perversidade vão ruindo e destruindo toda a sociedade e todos os valores. O mal por si só tem um poder destrutivo enorme.
Olhe como estão destruindo nossas casas, nossas famílias, nossos lares! Estão destruindo nosso país, o mundo em que estamos vivendo dia após dia. Não é a mão de Deus que desce para destruir, pois a mão d’Ele é a mão que salva, mas para que a salvação aconteça, Ele precisa encontrar almas justas, corretas, almas que vivam de forma honesta e verdadeiramente justa.
Abraão tentou encontrar 50, 40, 30, 10 justos. Eu digo a você, no entanto, que apenas um justo é capaz de salvar o mundo. O justo Jesus expiou o pecado de toda a humanidade, mas o justo Jesus precisa encontrar em nós também pessoas justas, honestas, corretas, porque só assim podemos salvar o meio onde estamos.
A perversidade, a maldade e as injustiças crescem cada vez mais no nosso meio, e até pessoas boas que cresceram conhecendo a verdade facilmente se deixam corromper pela maldade do mundo.
O nosso papel é sermos intercessores, rogarmos pelo mundo, pela nossa casa, pela nossa família
A maldade entra de uma forma tão ardilosa no coração do homem, que vai aos poucos corroendo um pensamento, um sentimento, mas ninguém se denomina pessoa má, qualquer um de nós corre sério risco de ser contaminado pela injustiça do mundo.
Injustiça é, acima de tudo, não viver uma vida reta e correta. Injustiça é se deixar dominar pelo sentimento que norteia o mundo de maldade, de egoísmo e de se levar pelos próprios interesses. O injusto é aquele que pensa em si e não pensa nos outros; injusto é aquele que quer que o mundo gire em torno dele não em torno de Deus, que é justo e Pai para todos.
A injustiça assume várias vertentes da crueldade, da maldade, da perversidade e iniquidade, e vai tomando conta de vários espaços no trabalho, na família, na escola e na sociedade em que estamos.
O nosso papel é sermos intercessores, rogarmos pelo mundo, pela nossa casa, pela nossa família, mas, acima de tudo, cuidarmos para sermos verdadeiramente justos, porque os justos salvam o mundo.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário