Sorteio

quarta-feira, 31 de julho de 2019

O Reino dos Céus é o único tesouro precioso da nossa vida

O Reino do Céus é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquele campo” (Mateus 13,44).
Quem encontrou um tesouro encontrou tudo. O tesouro para o mundo é o símbolo das riquezas, mas não há riqueza maior que o Reino dos Céus, até porque os tesouros humanos são perecíveis e não nos dão a vida eterna ou a vida em Deus.
Quem descobre o valor singular e precioso do Reino dos Céus deixa tudo de lado. Não é que menospreza a sua vida, mas foca a sua vida neste tesouro maravilhoso que é o Reino dos Céus. No primeiro momento, mantém ele escondido, porque quem encontra um tesouro não sai mostrando para todo mundo, vai primeiro contemplar esse tesouro, vai deixar ser transformado por esse tesouro que é o Reino dos Céus.
Procuremos encontrar, deixemo-nos ser encontrados pelo Reino dos Céus e deixemos que esse tesouro brilhe na nossa vida, no nosso coração, que ele realmente encha nossos olhos do verdadeiro sentido do viver.
Encontramo-nos, muitas vezes, perdidos no mundo onde estamos. Uma geração de jovens estão em busca da razão de viver, uma geração inteira está, muitas vezes, deprimida, depressiva, sem encontrar o sentido para estar aqui.
São muitos dos nossos, não só jovens, mas adultos também que chegam numa certa idade da vida e perguntam: “O que eu fiz da minha vida? O que eu guardei? O que eu colecionei?”. Porque se o parâmetro for o mundo, a pessoa vai olhar a sua vida partir dos bens materiais que adquiriu e do que não adquiriu. Quanto a esse julgamento, quanto a esse critério, ele é o critério do mundo, portanto, é mundano.
Quem descobre o valor singular e precioso do Reino dos Céus deixa tudo de lado
O que vale é chegarmos ao entardecer da vida ou no momento que nos encontramos e dizer: “Eu encontrei o meu tesouro. Eu encontrei a minha razão de viver. Eu encontrei aquilo que dá sentido à minha vida”. Muitos até encontraram num certo período da sua vida, mas não cuidaram do seu tesouro e perderam o foco, a razão e foram em busca de outros tesouros.
Quando vamos em busca de outros tesouros, deixamos esse tesouro que é o Reino dos Céus de lado quando, na verdade, até podemos buscar condições melhores de vida, crescer na vida, mas sem jamais deixar o único tesouro que não perece, o único tesouro que brilha e direciona eternamente a nossa vida. Por nada podemos deixar de lado o tesouro precioso, que é o Reino dos Céus.
Neste mesmo Reino, quando encontramos esse tesouro, nós também buscamos a pérola de grande valor. No Reino dos Céus há muitas pérolas preciosas, encontramos a pérola de Deus como grande valor, e essa pérola de grande valor vai nos colocando ao lado de grandes pérolas, pessoas, valores e direções. Cada pérola que encontramos no Reino dos Céus nos traz luz, razão e direção para a nossa vida e para o nosso viver.
A mulher, às vezes, ganha correntes, ouro, tesouros, ela vai guardando na sua caixinha e ninguém pode mexer naquela caixinha, porque foi o brinco de ouro que ganhou, foi a aliança, mas depois aquela caixinha cheia de tesouros que ela ganhou ao longo da vida fica para alguém, perde-se, vai virar causa de disputas, porque nada ela vai levar consigo.
O que nós levamos e ninguém pode nos roubar é o tesouro precioso, a pérola preciosa que é o Reino dos Céus. Peguemos, guardemos e vivamos neste tesouro, porque é ele que dá razão à nossa vida e ninguém pode nos roubar.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário