Sorteio

sábado, 20 de julho de 2019

Evangelho de hoje, domingo, 21/07/2019


Evangelho do dia - Lc 10,38-42
Naquele tempo, 38Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. 39Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a sua palavra.
40Marta, porém, estava ocupada com muitos afazeres. Ela aproximou-se e disse: “Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha, com todo o serviço? Manda que ela me venha ajudar!”
41O Senhor, porém, lhe respondeu: “Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas. 42Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Catequese Bíblico-Missionária
O enfoque das leituras deste domingo é a hospitalidade. No tempo da Bíblia, a hospitalidade e a acolhida, seja de conhecidos ou de desconhecidos, eram praticadas com generosidade. Para o Povo de Deus, a hospitalidade era um dever e não um favor feito para pessoas conhecidas ou parentes próximos. O peregrino tem o direito de ser acolhido e alimentado nas casas do povo. Acolher um hóspede, seja quem for, é uma demonstração do amor ao próximo.
Como lemos na Primeira Leitura, Abraão acolhe em sua casa três homens desconhecidos. O patriarca corre para preparar uma boa refeição, matando até o bezerro novo. Ao acolher assim com generosidade esses desconhecidos, Abraão descobre que recebeu em sua casa o próprio Deus. Em recompensa pela acolhida, Deus anuncia a Abraão e Sara que eles terão um filho.
Nessa mesma proposta está o Salmo de Meditação, que traz um diálogo bonito entre os levitas do templo e os peregrinos que chegam à casa de Deus. O Salmo coloca uma pergunta inquietante: quem está realmente preparado para ser acolhido e hospedado na casa de Deus? Os levitas respondiam: quem anda e vive com integridade. O encontro com Deus na casa dele passa pelo amor ao próximo.
No Evangelho, Jesus se hospeda na casa de uma família. As irmãs Marta e Maria acolhem Jesus. Mas enquanto Marta se ocupa com os afazeres próprios de uma dona de casa, Maria se coloca aos pés de Jesus para ouvir e acolher suas palavras e seus ensinamentos. Marta reclama e pede a Jesus que mande Maria ajudar nos trabalhos domésticos. Jesus diz que Marta se preocupa demais e que Maria escolheu a melhor parte.
Essa resposta de Jesus é um recado importante para as Comunidades cristãs que estavam surgindo nas casas de família. A mulher não está destinada só para os trabalhos domésticos. Esses trabalhos devem ser feitos por todas as pessoas que moram naquela casa. Abraão ajudou Sara a preparar a refeição para os hóspedes. Cabe também à mulher ouvir a Palavra de Jesus e colocar-se a serviço nos trabalhos de evangelização. Essa é a melhor parte que Maria soube escolher.
Francisco Orofino e Frei Carlos Mesters
Oração
Ó Deus, sede generoso para com os vossos filhos e filhas e multiplicai em nós os dons da vossa graça, para que, repletos de fé, esperança e caridade, guardemos fielmente os vossos mandamentos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
— Amém.
Fonte - https://www.a12.com/reze-no-santuario/deus-conosco

Nenhum comentário:

Postar um comentário