Sorteio

quarta-feira, 8 de maio de 2019

O único alimento que sacia nossa alma é Jesus

“Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim nunca mais terá sede” (João 6,35).
Jesus é o pão da vida, e todos nós sabemos a importância que o pão tem na vida humana. O pão é o símbolo dos alimentos em geral. Na verdade, todos nós temos necessidade de nos alimentar, e o pão é o alimento mais antigo que a natureza humana conhece.
Em todas as culturas, o pão serviu e serve, de diversas formas, para nos alimentar. O pão nos sacia, e se nos enchermos de pão, ficaremos até empanturrados, porque nos enche e, às vezes, até nos incha, porque, comendo demais, ele vai nos engordando mais do que podemos imaginar.
O pão pode nos saciar, mas ele não pode nos dar a eternidade, ele não pode trazer luz para os nossos problemas nem direção para a nossa vida. Aliás, ele até pode nos dar mais problema; e quando o comemos em demasia, quando comemos de forma errada, sabemos que nos enchemos demais do pão e o que ele causa em nós.
Precisamos do pão que nos alimenta verdadeiramente, que nos sacia e nos preenche por dentro e por fora. Esse pão se chama Jesus, e Ele não despreza o pão da Terra, tanto que o multiplicou.
Jesus é o primeiro e o mais importante alimento da alma humana, do coração de cada um de nós
Jesus veio para dizer que Ele é o alimento, Ele é o primeiro e o mais importante alimento da alma humana, do coração de cada um de nós. Quem vai até Jesus não tem mais fome. Então, a primeira coisa que precisamos fazer é irmos ao encontro d’Ele, porque o encontro só acontece se as partes dão os passos. Deus deu Seus passos, e os passos mais longos que poderia ter dado. Deus desceu por meio de Jesus até nós, agora, é preciso que nós demos o nosso passo e façamos o nosso esforço. É preciso dizer que o pão está ali, mas se levante para o buscar. Se uma padaria está dando pão de graça, ela não vai bater à porta da sua casa e dizer: “Vim lhe entregar o pão”.
Somos nós que precisamos ir atrás de Jesus, porque Ele já veio, está se entregando todos os dias por nós, mas se não O buscarmos, não nos saciamos. Uma vez que buscamos, precisamos crer n’Ele sobre todas as coisas, porque crendo n’Ele não teremos mais sede.
A água sacia a nossa sede, mas depois voltamos a ter sede novamente. Entretanto, Jesus nos sacia da sede de Deus, da sede de eternidade e de amor que todos nós carregamos em nós.
Permitamo-nos ser alimentados por Deus que nos deu Seu Filho, para que todo aquele que n’Ele crê tenha a vida.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário