Sorteio

sábado, 25 de maio de 2019

Evangelho de hoje, domingo, 26/05/2019


Evangelho do dia - Jo 14,23-29
Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 23“Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e o meu Pai o amará, e nós viremos e faremos nele a nossa morada. 24Quem não me ama, não guarda a minha palavra. E a palavra que escutais não é minha, mas do Pai que me enviou.
25Isso é o que vos disse enquanto estava convosco. 26Mas o Defensor, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, ele vos ensinará tudo e vos recordará tudo o que eu vos tenho dito.
27Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; mas não a dou como o mundo. Não se perturbe nem se intimide o vosso coração.
28Ouvistes o que eu vos disse: ‘Vou, mas voltarei a vós’. Se me amásseis, ficaríeis alegres porque vou para o Pai, pois o Pai é maior do que eu. 29Disse-vos isso, agora, antes que aconteça, para que, quando acontecer, vós acrediteis”. 
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Catequese Bíblico-Missionária
O Senhor nos educa em seu amor e feliz é quem se deixa educar por Ele. A Palavra de Cristo é clara: “Quem não me ama, não guarda a minha palavra” (Jo 14,23). O discípulo autêntico observa, medita, guarda e vive a Palavra dele.
Jesus promete aos Apóstolos o Espírito Santo que enviará de junto do Pai. É consoladora e confortadora a Palavra de Cristo: “O Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, ele vos ensinará tudo e vos recordará tudo o que eu vos tenho dito” (Jo 13,26).
O esforço do discípulo combina com a presença e a ação do Espírito Santo nele, que o faz observar na ação o ensinamento de Cristo. É o Espírito Divino que conduz a Igreja. Ele não nos deixa estagnados, parados, inertes. O Espírito do Ressuscitado nos impulsiona para a missão, nos faz caminhar na ação missionária e na vivência da fé. Querer viver entrincheirado em seguranças externas por meio de rito vazios e sem vida não é estar ao lado do Espírito, pois Ele é vida. Buscar o que é essencial e deixar de lado ou superar o que não é importante.
A Igreja já deixou de lado tantas coisas, pois não eram essenciais. E assim também deverá ocorrer no futuro, pois o que deve permanecer sem mudança é a vida que o Espírito nos dá. É o que nos lembram os Apóstolos e os anciãos: “Porque decidimos, o Espírito Santo e nós, não vos impor nenhum fardo, além destas coisas indispensáveis” (At 15,28). É, pois, o Espírito Santo o dom mais precioso, que Jesus nos mostra como ele agirá em nós: “Mas, o Defensor, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, ele vos ensinará tudo e vos recordará tudo o que eu vos tenho dito” (Jo 14,26).
Diante da Palavra de Jesus somos envolvidos num clima de alta confiança no Senhor. Suas palavras são afetuosas, como uma conversa entre amigos. Sentimos a profundidade e a presença de seu amor por meio de sua Palavra. Guardar, meditar, viver e agir a partir do ensinamento de Cristo é o mais essencial, o aninhamos em nosso coração e acalentamos sua verdade. Contando com a graça divina colocamos o ensinamento de Cristo em prática e alcançaremos a paz, tornando-nos templos vivos de seu Reino.
Redescobrindo a presença de Cristo e a ação do Espírito Santo em nossa vida e na Comunidade, nos tornaremos homens e mulheres apostólicos, amorosos e misericordiosos.
Esforcemo-nos para sair de uma esterilidade da fé para viver seu dinamismo, ajudando as pessoas a se libertarem e viverem com dignidade sua esperança. Eis a missão dos que amam verdadeiramente o Senhor.

Redação “Deus Conosco”

Oração
Deus todo-poderoso, dai-nos celebrar com fervor estes dias de júbilo em honra do Cristo ressuscitado, para que nossa vida corresponda sempre aos mistérios que recordamos. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
— Amém.
Fonte -  https://www.a12.com/reze-no-santuario/deus-conosco

Nenhum comentário:

Postar um comentário