Sorteio

terça-feira, 14 de maio de 2019

É preciso permanecer no amor e guardar os mandamentos de Deus


“Como meu Pai me amou, assim também eu vos amei. Permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor, assim como eu guardei os mandamentos do meu Pai e permaneço no seu amor” (João 15,9-10).
A Igreja nos dá a graça de celebrarmos a Festa do Apóstolo São Matias. Sabemos que Matias foi escolhido pelos apóstolos para suceder o lugar de Judas, que se perderá pela traição, pelo amor ao dinheiro e, sobretudo, porque ele próprio tirou sua vida e se tirou do grupo dos apóstolos.
A referência, quando dizemos que Judas se perdeu, não é que estamos condenando Judas e dizendo que ele foi para o inferno. Estamos dizendo que Judas se renegou a fazer parte do grupo dos apóstolos. A salvação pertence a Deus como também a condenação só pertence a Ele. O que estamos dizendo é que Matias foi eleito para suceder Judas no grupo dos apóstolos.
Quando renegamos as coisas de Deus, cabe a nós e a Deus nos julgar, salvar ou condenar. Não cabe a nenhum de nós lançarmos ninguém no inferno, mas cabe a nós cuidarmos uns dos outros, inclusive para não nos perdermos no caminho da salvação.
Quem está em Deus hoje, amanhã pode não estar. Quem está servindo a Deus hoje, amanhã pode não estar servindo. É preciso permanecer no amor e guardar os mandamentos de Deus, faltou isso a Judas: permanecer no amor de Deus e guardar os mandamentos do amor divino.
O amor é o distintivo, é a marca do seguidor de Jesus, não é ser chamado de apóstolo, de padre, de irmão e irmã 
A ordem é essa: Amemo-nos uns aos outros. Só permanece em Deus quem O ama acima de todas as coisas e quem ama também o seu irmão.
Existem outras coisas que aprendemos a amar muito na vida. Judas aprendeu a amar o dinheiro, por isso ele amou menos a Deus e aos seus irmãos. O que estamos amando mais do que a Deus e aos nossos irmãos? O que tem entrado em nossa vida que tem nos tirado do caminho do Senhor?
É preciso amá-Lo com toda a força da nossa alma e do nosso coração. O amor é o distintivo, é a marca do seguidor de Jesus, não é ser chamado de apóstolo, de padre, irmão e irmã, não é apenas uma designação humana. A designação divina para ser para sempre de Jesus é amar.
Amemos uns aos outros, porque o amor de Deus nos salva plenamente.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário