Sorteio

quarta-feira, 6 de março de 2019

Evangelho de hoje, quarta-feira, 06/03/2019


Evangelho do dia - Mt 6,1-6.16-18
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 1“Ficai atentos para não praticar a vossa justiça na frente dos homens, só para serdes vistos por eles. Caso contrário, não recebereis a recompensa do vosso Pai que está nos céus.
2Por isso, quando deres esmola, não toques a trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem elogiados pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 3Ao contrário, quando deres esmola, que a tua mão esquerda não saiba o que faz a tua mão direita, 4de modo que a tua esmola fique oculta. E o teu Pai, que vê o que está oculto, te dará a recompensa.
5Quando orardes, não sejais como os hipócritas, que gostam de rezar de pé, nas sinagogas e nas esquinas das praças, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 6Ao contrário, quando orares, entra no teu quarto, fecha a porta, e reza ao teu Pai que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa. 16Quando jejuardes, não fiqueis com o rosto triste como os hipócritas. Eles desfiguram o rosto, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo: eles já receberam a sua recompensa. 17Tu, porém, quando jejuares, perfuma a cabeça e lava o rosto, 18para que os homens não vejam que estás jejuando, mas somente teu Pai, que está oculto. E o teu Pai, que vê o que está escondido, te dará a recompensa”.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Catequese Bíblico-Missionária

A Quaresma é um tempo de peregrinação para que questionemos os personagens e as máscaras que têm servido para as nossas dissimulações. É um convite para viver na verdade: verdade de nossos atos e de nossas escolhas.
As Cinzas significam a fragilidade humana e inauguram um tempo em que devemos procurar como única referência o olhar do Pai Invisível, que tudo vê no mais íntimo de nós. Somos chamados a romper com as hipocrisias que nos garantem um lugar social para que recebamos os elogios que vêm dos homens.
O seguimento de Jesus exige de nós uma reconstrução interior para que nossa existência receba, em partilha, a liberdade radical do Cristo, pois não estamos na vida e na sociedade para brincarmosde faz de conta que somos cristãos, mas para o sermos verdadeiramente. Este tempo é um tempo de conversão e de mudar radicalmente nossa prática de vida.
O papa Francisco nos alerta: “Não serve para nada encher de gente os lugares de culto se nossos corações estão vazios do temor de Deus e de sua presença; de nada serve rezar se nossa oração que se dirige a Deus não se transforma em amor ao irmão; de nada serve tanta religiosidade se não está animada, ao menos, por igual fé e caridade; de nada serve cuidar das aparências porque Deus olha a alma e o coração. Para Deus, é melhor não acreditar do que ser um falso crente, um hipócrita. A verdadeira fé é a que nos faz mais caridosos, mais misericordiosos e mais honestos” (Homilia no Egito, 29.4.2017).
Converter-se não é só se conscientizar, mas, sobretudo, uma prática do perdão e um compromisso penitente para que o mundo possa superar a situação de miséria, de opressão e de dor, e para que nossas igrejas superem as barreiras, os muros altos da sua intolerância e discriminação.
Oração
Concedei-nos, ó Deus todo-poderoso, iniciar com este dia de jejum o tempo da Quaresma, para que a penitência nos fortaleça no combate contra o espírito do mal. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
— Amém.
Fonte - https://www.a12.com/reze-no-santuario/deus-conosco

Nenhum comentário:

Postar um comentário