Sorteio

sábado, 15 de dezembro de 2018

Evangelho de hoje, domingo, 16/12/2018


Evangelho do dia - Lc 3,10-18
Naquele tempo, 10as multidões perguntavam a João: “Que devemos fazer?” 11João respondia: “Quem tiver duas túnicas, dê uma a quem não tem; e quem tiver comida, faça o mesmo!” 12Foram também para o batismo cobradores de impostos, e perguntaram a João: “Mestre, que devemos fazer?” 13João respondeu: “Não cobreis mais do que foi estabelecido”. 14Havia também soldados que perguntavam: “E nós, que devemos fazer?” João respondia: “Não tomeis à força dinheiro de ninguém, nem façais falsas acusações; ficai satisfeitos com o vosso salário!”
15O povo estava na expectativa e todos se perguntavam no seu íntimo se João não seria o Messias. 16Por isso, João declarou a todos: “Eu vos batizo com água, mas virá aquele que é mais forte do que eu. Eu não sou digno de desamarrar a correia de suas sandálias. Ele vos batizará no Espírito Santo e no fogo. 17Ele virá com a pá na mão: vai limpar sua eira e recolher o trigo no celeiro; mas a palha ele a queimará no fogo que não se apaga”.
18E ainda de muitos outros modos, João anunciava ao povo a Boa-Nova.
— Palavra da Salvação.
— Glória a vós, Senhor.

Catequese Bíblico-Missionária

Viver alegres
Depois da vigilância e da disponibilidade, o Advento nos ensina uma terceira lição: nos convida a estar sempre alegres (2a leitura). É com essas três disposições que nos preparamos para acolher o Salvador que vai nascer. Mas a alegria não é muito frequente entre os cristãos.
Uma menina uma vez perguntou: por que as pessoas quando rezam ficam sérias e parecem tristes? Quando estamos diante de Deus, abrindo a ele nosso coração, seria preciso estar sempre contentes, felizes, sorridentes. Deus nos quer alegres, na alegria de seu amor. Sem dúvida, há pessoas entre nós que vivem uma vida marcada pela dor. Como podem ser alegres? Uma moça escreveu esta mensagem aos colegas: “Sejamos sempre alegres, o Senhor não se esquecerá nunca de algum de nós, especialmente quando estivermos em dificuldade”.

Nossa alegria é Cristo
A alegria cristã não é algo superficial ou mundano; é uma certeza porque tem seu fundamento em Jesus Salvador. Vivemos na alegria e na confiança porque Jesus nos salvou e temos nele toda a graça, bênção e força. A nossa alegria é Cristo. E todos podemos encontrar esperança e confiança nele, pois ele foi mandado para anunciar a Boa-Nova aos humildes, curar as feridas da alma, pregar a redenção aos cativos (1a leitura), palavras que Jesus aplicou a si na sinagoga de Nazaré (Lc 4,18). Veio para trazer a todos a misericórdia, a ternura, o amor de Deus. Veio para que tenhamos a vida em plenitude, a alegria verdadeira e plena. Este é o Jesus para o qual nos preparamos para acolher no Natal que se aproxima.
O Deus da alegria vem fazer aliança conosco. O Deus da festa vem visitar-nos. O que causa dentro de nós a tristeza? Os acontecimentos? Nossas decepções? O vazio? Todas essas coisas estão fora de nós, não podem tocar-nos interiormente. Paulo nos manda não apagar o Espírito (2a. leitura). Essa pode ser a causa de nossa tristeza: deixar de lado o Espírito, cair na inautenticidade, perder de vista o horizonte de fé, que serve de base para nossa vida cotidiana.

Criaturas de um Deus que nos ama
João Batista nos dá um outro motivo, quando ele diz que não é o Cristo (Evangelho). Às vezes, a causa da nossa tristeza é nos tomar por aquilo que não somos. Tomamos o lugar de Deus, fazendo de nós mesmos a referência última. Isto pode nos fazer viver no prazer, no excesso, mas não na alegria.
A verdadeira alegria, a interior, encontramos quando reconhecemos o que somos: criaturas de um Deus que nos ama. Ser reconhecidos pela alegria que há em nós seria a melhor das pregações, o mais eficaz dos anúncios do Evangelho. Felizmente, isso acontece entre nós. Um sacerdote europeu, que visitou algumas paróquias no Brasil, voltou com esta impressão: “Agora eu sei o que é viver a fé cristã com alegria”.


Oração
ÓDeus de bondade, que vedes o vosso povo esperando fervoroso o natal do Senhor, dai chegarmosàsalegrias da salvação e celebrá-las sempre com intensojúbilo na solene liturgia. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
— Amém.
Fonte - https://www.a12.com/reze-no-santuario/deus-conosco

Nenhum comentário:

Postar um comentário