Sorteio

sábado, 17 de novembro de 2018

Evangelho de hoje, sábado, 17/11/2018


Evangelho do dia - Lc 18,1-8
Naquele tempo, 1Jesus contou aos discípulos uma parábola, para mostrar-lhes a necessidade de rezar sempre, e nunca desistir, dizendo: 2“Numa cidade havia um juiz que não temia a Deus, e não respeitava homem algum. 3Na mesma cidade havia uma viúva, que vinha à procura do juiz, pedindo: ‘Faze-me justiça contra o meu adversário!’ 4Durante muito tempo, o juiz se recusou. Por fim, ele pensou: ‘Eu não temo a Deus, e não respeito homem algum. 5Mas esta viúva já me está aborrecendo. Vou fazer-lhe justiça, para que ela não venha agredir-me!’” 6E o Senhor acrescentou: “Escutai o que diz este juiz injusto. 7E Deus, não fará justiça aos seus escolhidos, que dia e noite gritam por ele? Será que vai fazê-los esperar? 8Eu vos digo que Deus lhes fará justiça bem depressa. Mas o Filho do homem, quando vier, será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?”
— Palavra da Salvação.
Glória a vós, Senhor.

Comentário
Santa Isabel foi uma mulher cheia de vida e de amor aos pobres e sofredores. Pertencia à nobreza, como filha do rei André II, da Hungria. Casou-se muito jovem, mas era dedicada à oração, à caridade efetiva para com os pobres e doentes, e sempre batalhou pela justiça em favor do povo. Seu esposo a apoiava, mas morreu numa batalha. Então ela vendeu tudo o que possuía em vista do benefício dos pobres e ingressou na Ordem Terceira Franciscana. Viveu como religiosa até sua morte, em 1231.

Oração
Ó Deus, que destes a Santa Isabel da Hungria reconhecer e venerar o Cristo nos pobres, concedei-nos, por sua intercessão, servir os pobres e aflitos com incansável caridade. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Fonte - http://www.a12.com/reze-no-santuario/deus-conosco

Nenhum comentário:

Postar um comentário