Sorteio

segunda-feira, 19 de novembro de 2018

A fé nos faz enxergar o mundo com o olhar de Deus

Quando a fé nos contagia por inteiro, por dentro e por fora, enxergamos o mundo com o olhar de Deus
“‘Que queres que eu faça por ti?’ O cego respondeu: ‘Senhor, eu quero enxergar de novo’. Jesus disse: ‘Enxerga, pois, de novo. A tua fé te salvou’” (Lucas 18, 41-42).
Impressiona-me muito a cura desse cego. Não se trata de um cego de nascença, trata-se de um homem que, um dia, enxergou. E, por situações desconhecidas da vida, ficou cego.
Para quem um dia enxergou e não enxerga mais, a situação se torna muito mais dramática e complicada. Percebemos que, quando os anos vão passando ,a nossa visão fica mais comprometida, já não enxergamos tão bem como como quando jovens. A situação desse homem é que ele ficou realmente cego, mas ele tinha uma luz da fé dentro dele.
Foi movido por essa luz da fé que disseram a ele que Jesus de Nazaré estava passando por ali. Ele correu ao encontro de Jesus e clamou: “Jesus, Filho de Davi, tenha compaixão de mim”. Jesus disse: “O que você quer de mim, meu filho?” Ele respondeu: “Eu quero enxergar de novo”.
Ao longo da vida, vamos perdendo a visão, mas vamos perdendo também a fé. Ao longo do caminhar da vida, vamos perdendo a visão interior a respeito de nós. Ficamos cegos e, também, nos tornamos pessoas egoístas, individualistas, soberbas, orgulhosas e isso cega a nossa visão de mundo. Por isso, não enxergamos tantas coisas importantes para a vida.
O mais ruim é que, quando vamos melhorando de vida, vamos perdendo a nossa ligação com Deus, a nossa dependência com Ele, vamos nos cegando interiormente.
O grito desse cego precisa ser o nosso grito: “Eu quero enxergar de novo!” O nosso clamor pode até ser diferente: “Eu quero enxergar o que até hoje não enxerguei, eu quero enxergar de verdade aquilo que sou, eu quero enxergar quem é o meu irmão, eu quero enxergar a vida, o mundo, eu quero enxergar o Senhor; porque até agora com a visão que tenho, enxergo pouco e mal, ou quase não enxergo”.
É a graça que precisamos pedir: “Abre os nossos olhos, Senhor”.
A fé desse cego fez com que ele recuperasse a vista ou, melhor ainda, que ele tivesse uma vista nova porque ele nunca mais olhou o mundo do mesmo jeito. Parece que quando ele enxergava, não tinha fé, ele enxergava as coisas apenas de forma natural. E, agora, ele pode enxergar o mundo com os olhos de Deus de forma sobrenatural, porque tem fé.
Quando a fé nos contagia por inteiro, por dentro e por fora, enxergamos o mundo com o olhar de Deus.
Que o Senhor abra os nossos olhos e permita-nos enxergar o que até agora não conseguimos enxergar bem, sobretudo, a respeito de nós mesmos.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário