Sorteio

segunda-feira, 9 de julho de 2018

A nossa fé comove o coração de Jesus

O problema não são as situações desesperadoras da vida, mas o coração que tem mais desespero do que fé
“‘Coragem, filha! A tua fé te salvou’. E a mulher ficou curada a partir daquele instante” (Mateus 9,22).
Olhamos, hoje, dois personagens que se aproximam de Jesus, não desesperados, mas acreditando n’Ele. Aqui está uma diferença, porque há situações da nossa vida que são desesperadoras.
Um pai de família estava vendo a sua filha praticamente morta, e ele tinha duas escolhas a fazer: ficar chorando, lamentando, esbravejando, porque a sua filha estava praticamente morta, ou colocar para fora a sua fé. Como era um homem de fé, esse chefe da sinagoga foi atrás de Jesus: “Jesus, impõe tua mão sobre ela, e eu creio que ela voltará à vida”. O Senhor compadeceu-se desse pai, e, ao mesmo tempo, comoveu-se com o tamanho de sua fé. A situação era desesperadora, mas aquele coração não estava desesperado, estava confiante em Deus.
Passamos por muitas situações desesperadoras em nossa vida, há muitas situações que parecem calamidades e outras que não são tão graves, mas somos pessoas desesperadas e transformamos coisas pequenas em devastadoras. Às vezes, é como diz o ditado: fazemos tempestade em copo d’água.
O problema não são as situações desesperadoras da vida, mas o coração que tem mais desespero do que fé.
Essa mulher sofria de um fluxo de sangue há 12 anos, era para ela estar desanimada, depressiva, arrasada, reclamando da vida, era para esbravejar contra Deus! Mas ela não fez isso, até porque não podia se aproximar muito dos outros, por causa da situação em que ela se encontrava. Ela rompeu barreiras e multidões, aproximou-se para tocar Jesus, porque sua fé era maior do que qualquer coisa. 
A nossa fé nos salva; o desespero nos perde. Por isso, coloquemos sempre no Senhor a nossa confiança. Não permitamos que o nosso coração se entregue a qualquer tentação de desespero, por mais difícil que seja a situação.
Não tiremos do Senhor o nosso olhar. Nós nos perdemos em muitas situações da vida, porque olhamos para as calamidades, para as situações complicadas, mas não olhamos para o Senhor, aquele que nos guia, que nos conduz pelas mãos e nos liberta de todas as tribulações.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário