Centenário da Arquidiocese de Maceió

quarta-feira, 15 de novembro de 2017

Tenhamos gratidão para com nosso Senhor

Não há maneira mais correta de reconhecer aquilo que Deus é para nós do que pelo louvor, pela gratidão do coração
“Um deles, ao perceber que estava curado, voltou glorificando a Deus em alta voz; atirou-se aos pés de Jesus, com o rosto por terra, e lhe agradeceu. E este era um samaritano” (Lucas 17,15).
Essas são as atitudes que nós podemos ter diante de Deus: gratidão ou ingratidão, reconhecimento ou falta de reconhecimento. Na verdade, achamos que Deus tem a obrigação de fazer as coisas para nós, de nos curar ou de nos abençoar.
Não! Deus já nos deu a salvação e nós a perdemos, porque, muitas vezes, optamos pelo caminho do pecado, mas Ele, por iniciativa amorosa, veio em busca de nós, das ovelhas perdidas e machucadas, para nos resgatar e curar.
A atitude do reconhecimento nunca pode faltar em nosso coração. Não há maneira mais correta de reconhecer aquilo que Deus é para nós do que pelo louvor, pela ação de graças, pela gratidão do coração, pela bondade e imensidão do amor de Deus para conosco.
O que o Senhor fez até hoje por nós? Deu-nos a vida, o dom de viver, chamou-nos, escolheu-nos, abençoou-nos e somos eternamente gratos a Ele. Não temos tempo para reclamar nem para pedir nada para Deus, tamanha é a gratidão que temos para com Ele. Todos os dias, a única coisa que queremos é louvar esse Deus, bendizê-Lo, adorá-Lo e agradecer-Lhe. Não é por nada que Ele nos dá, é só pelo fato de ser Deus e nos dar a graça, a oportunidade de conhecê-Lo, de amá-Lo e, mais do que isso, de sermos amados e cuidados por Ele.
Tenhamos atitude de gratidão, de reconhecimento e louvor para com Deus. Seremos curados desse azedume que temos na alma, dessa amargura que temos no coração. Pararemos de reclamar, de murmurar quando o louvor tomar conta de nós.
Veja, dez leprosos foram curados, o menos indigno, na concepção judaica, era o samaritano, e foi o único que voltou para agradecer.
Somos da turma dos nove ingratos, reclamações, daqueles que só murmuram ou somos aquele único que teve atitudes verdadeiras de louvor, de reconhecimento e ação de graças?
Deus é bom demais! Pela Sua bondade, todo louvor, toda honra, toda glória e ação de graças.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário