Centenário da Arquidiocese de Maceió

quinta-feira, 9 de novembro de 2017

A igreja é o lugar para nos encontrarmos com Deus

Casa de Deus é o templo para o encontro com Ele. Devemos ir até lá com essa intenção
“Fez então um chicote de cordas e expulsou todos do Templo, junto com as ovelhas e os bois; espalhou as moedas e derrubou as mesas dos cambistas” (João 2,15).
Celebramos, hoje, a dedicação de São João de Latrão, a catedral de Roma, onde o Papa exerce o governo da Igreja para a diocese de Roma, que é a mãe de todas as igrejas.
O que nós queremos celebrar hoje? Queremos celebrar a Igreja, o Cristo, porque a Igreja é o corpo de Cristo, é a cabeça da Igreja. Voltamo-nos para as igrejas do mundo inteiro. Se há uma Igreja Mãe, que está em Roma, e nela se dedica o culto, o amor a Deus, o zelo e o respeito para com as coisas d’Ele, devemos olhar para todas as igrejas.
Nenhum outro sentimento deve tomar do nosso coração além do amor, do zelo e respeito pela casa do Senhor, porque, ali, também é a nossa casa. Se não temos zelo, amor e respeito pela casa de Deus, como vamos ter zelo, amor e respeito por cada um de nós que somos templos, morada e lugar onde Deus habita?
Sabe, eu não tenho aquele pensamento rigoroso, mas não posso deixar de manifestar a minha preocupação sobre o que está virando nossas igrejas. Tanta bagunça, tanta conversa! É tão bom chegar numa igreja e encontrar um ambiente de oração, mas tristemente, em muitas delas não há espaço para a oração; é muita gente conversando, é muita bagunça! Termina a Missa e vira aquela coisa! Não seria bom se, após a Missa, pudéssemos falar com Deus? Pudéssemos continuar na presença d’Ele?
Podemos e devemos nos encontrar com as pessoas, mas vamos, em primeiro lugar, na igreja para nos encontrar com Deus.
Olhemos para o exemplo do amado Papa Francisco. Ele celebra, todos os dias, na Capela da Casa Santa Marta. Lá, há aqueles que participam da Missa com ele, e, ao terminar a Missa, ficam recolhidos 15, 20, 30 minutos em oração. Às vezes, quero me recolher dois minutos após celebrar uma Missa, mas não consigo, porque vira uma algazarra, com todo o perdão da palavra. Já não há mais zelo pela Casa de Deus.
Volto a dizer, sem nenhum extremismo, que as pessoas devem se cumprimentar na igreja, não temos que ser frios e indiferentes para com os outros. Mas qual é o cuidado, qual é o zelo, o amor que estamos tendo para com a Casa do Senhor antes da Missa, depois dela e durante todo o tempo?
A Casa do Senhor é o templo para o encontro com Deus, devemos ir lá para isso e não podemos atrapalhar o outro, para que se encontre com Ele.
Cuidemos desse templo que somos nós! Não é só a questão da conversa, mas da roupa e do perfume que usamos. Não podemos ir à igreja para chamar à atenção sobre nós, pois lá é o lugar de nos encontrarmos com Deus.
Que o Senhor nos dê zelo, amor, cuidado e respeito para com a sua casa.
Deus abençoe você!
A Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário