Centenário da Arquidiocese de Maceió

quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Levemos o Reino de Deus a todos os lugares

É uma missão urgente levar o Reino de Deus a todos os lugares onde possamos estar presentes
“Eis que vos envio como cordeiros para o meio de lobos” (Lucas 10,3).
O Evangelho de hoje nos coloca no centro do envio missionário de Jesus para os Seus discípulos. O discípulo de Jesus tem de ir para o meio do povo, tem de ir para as cidades, as famílias, para os trabalhos e santuários.
É uma missão urgente levar o Reino de Deus a todos os lugares onde possamos estar presentes. É necessário, contudo, que sejamos cordeiros, porque vamos para o mundo, cercado de lobos vorazes; e se não somos, de fato, um cordeiro no Reino de Deus, corremos o risco de nos tornarmos lobos ferozes ou sermos devorados por eles. Não é para nos espantarmos nem ficarmos preocupados ou temermos; é para confiarmos na graça de Deus, convertermo-nos, a cada dia, e nos procurarmos em ser verdadeiras ovelhas, verdadeiros cordeiros do Reino de Deus.
Os lobos deste mundo nos atacam com seduções, com propostas de orgulho e egoísmo, fazendo de nós pessoas focadas em si mesmas. Eles não nos deixam ser as ovelhas que precisamos ser na construção do Reino.
Uma ovelha ou um cordeiro é o mensageiro da paz. Para onde nós estamos levando a paz? Não sejamos mensageiros da discórdia nem provocadores de brigas, disputas e competições. Levemos a paz. Se aquele coração se abre para a paz, a paz ali vai se estabelecer; se ele não se abre, o importante é que sejamos mensageiros dela.
O cordeiro do Reino de Deus é livre de tensões, preocupações, dos excessos deste mundo. Ele não leva nada que não é necessário. Ele leva o essencial para ser cada vez mais livre, para pregar e anunciar o Reino de Deus. Onde o cordeiro vai, ele anuncia a conversão, a proximidade do Reino. Ele leva as pessoas a não viverem no reino deste mundo.
Há uma mentalidade pagã, no mundo de hoje, e essa mentalidade quer ver as coisas somente na óptica mundana, como se o mundo não tivesse mais jeito, como se as coisas não tivessem solução, como se Deus não estivesse no meio de nós.
Somos a presença, a graça, a luz, o ânimo e a fortaleza de Deus no meio de um mundo cansado, desanimado, muitas vezes, sem perspectivas. Somos a presença amorosa de Deus onde o ódio e outros valores estão se sobressaindo.
Levemos o Reino de Deus onde quer que estejamos!
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário