Sorteio

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Busquemos alcançar as coisas do Alto

Buscar as coisas do Alto é ter o coração em Deus e os pés na terra sem perder a dimensão do Céu
“Irmãos, se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, onde está Cristo, sentado à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres” (Cl 3,1-2).
Todos nós que, um dia, fizemos a experiência do encontro pessoal com Jesus, precisamos nos deixar transformar por esse encontro, porque ele nos coloca numa dimensão espiritual de vida mística e relacionamento pessoal com Ele.
Onde está o Cristo? Ele está no meio de nós, mas pertence ao Alto, Ele não é da Terra. Ele veio até nós, está no meio de nós, para nos elevar aos Céus e dizer a cada um de nós que, de lá, viemos e para lá voltaremos.
Buscar as coisas do Alto não é ter uma vida desencarnada e longe da vida real, mas viver uma vida concreta e real com as labutas, com os trabalhos, as dificuldades e realidades próprias da vida humana que nós temos, sem, contudo, perder a dimensão espiritual e mística, sem perder a direção para onde estamos caminhando. Viver uma vida espiritual é não se deixar render à matéria, é não viver o materialismo reinante em nossa vida e em nosso coração.
Buscar as coisas do Alto é viver a vida em Deus, em tudo aquilo que fazemos e realizamos, é buscar o Reino de Deus em primeiro lugar, é dar prioridade a Ele em nossa vida, é permitir que Ele dirija os nossos pensamentos e sentimentos, nossas ações em tudo aquilo que fazemos e realizamos.
Buscar as coisas do Alto quer dizer que Cristo é o Senhor da nossa vida, e a Ele nos entregamos a cada dia. Buscar as coisas do Alto não é fazer oração de vez em quando ou em outra situação se lembrar de Deus, não é rezar quando estamos aflitos nem quando as coisas estão erradas para nós.
Buscar as coisas do Alto é ter o coração no Senhor e os pés na Terra sem perder a dimensão do Céu. Levamos uma vida encarnada, muito concreta e real. Não somos anjos, não vivemos no Céu, vivemos na terra, mas não nos esqueçamos, jamais, de tudo aquilo que fazemos e somos, aquilo que Deus conquistou, que nós pertencemos a Deus e Ele caminha conosco em tudo aquilo que realizamos.
Deus abençoe você!
Padre Roger Araújo
Sacerdote da Comunidade Canção Nova, jornalista e colaborador do Portal Canção Nova. Contato: padrerogercn@gmail.com – Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário