Sorteio

quinta-feira, 31 de março de 2016

Festa da Misericórdia de Maceió será realizada no domingo


A programação começará às 09h da manhã, no Santuário da Divina Misericórdia, e a Santa Missa será presidida pelo arcebispo, às 16h45
No próximo domingo, 03 de abril, se realizará a “Festa da Misericórdia de Maceió” no antigo Papódromo (Dique Estrada), hoje Santuário da Divina Misericórdia São João Paulo II e Irmã Dulce. A partir das 9h, com Orações, adoração ao Santíssimo Sacramento, testemunhos, ensinamentos, confissões, Terço da Misericórdia e Eucaristia, elevaremos a Jesus Misericordioso as nossas preces e agradecimentos em um grande Louvor. Neste dia o mundo inteiro rezará a mesma oração: “Jesus eu confio em Vós!”
A Festa da Misericórdia é na verdade uma festa que surge da vontade do coração de Jesus, quando ele mesmo nos revela: "Desejo que a Festa da Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores" (Diário 699), A quem participa da festa, promete Jesus: " Neste dia, estão abertas as entranhas de Minha Misericórdia... (Diário 566).
A Festa é um grande derramamento do amor misericordioso de Jesus o Ressuscitado que passou pela cruz. E como afirma o São João Paulo II que instituiu para toda a Igreja neste dia a festa, é oportuno perceber que a Igreja vive para proclamar a Misericórdia!
Estima-se neste ano, um número grande de participação de fiéis. “Acredito que uma média de 20 mil pessoas. Eu, Padre Augusto Jorge, como incentivador de tal devoção creio que o essencial do culto da Misericórdia de Deus é a atitude de confiança cristã para com Deus e o amor ao próximo. Nosso Senhor disse: "Desejo a confiança das Minhas criaturas" (D.1059) e as obras de Misericórdia: ações, palavras e oração. A divulgação do culto da Misericórdia Divina não exige necessariamente muitas palavras, mas uma atitude cristã de fé, de confiança em Deus, tornando-se cada vez mais misericordioso. E de uma coisa não podemos negar que nos tempos pós-modernos segundo o querido São João Paulo II tal exemplo de apostolado nos foi dado pela Santa Faustina, durante toda a sua vida”, enfatiza padre Augusto Jorge, reitor do Santuário da Divina Misericórdia.

Programação
09h00– Acolhida no Santuário da Divina Misericórdia (antigo Papódromo) com o ofício consagrando o espaço a mãe da Divina Misericórdia.
09h30 – Louvor e Animação – EJC Vergel/Banda Água Viva
10h00 – Pregação – Padre Augusto Jorge, tema: Misericordiosos como o Pai
11h00 – Veneração da Imagem de Jesus Misericordioso – Elkenson
Comunidade Shalom
12h00 – Intervalo – Almoço – Banda Tronos (promoção do evento)
13h30 – Retorno – Intervalo – com louvor e animação
14h00 – Testemunhos/orações à Divina Misericórdia
15h00 – Terço da Divina Misericórdia
16h00 – Promoção do evento
16h45 – Missa festiva em honra da Divina Misericórdia, presidida por dom
Antônio Muniz e concelebrada pelos padres da Arquidiocese e convidados.
O próprio Jesus revela a Santa Faustina: “Desejo que a Festa da Misericórdia seja refúgio e abrigo para todas as almas, especialmente para os pecadores. Neste dia, estão abertas as entranhas da Minha misericórdia. Que nenhuma alma tenha medo de se aproximar de Mim, ainda que seus pecados sejam como o escarlate” (D. 699); “Desejo conceder indulgência plenária às almas que se confessarem e receberem a Santa Comunhão na Festa da Minha Misericórdia” (D. 1109). “...E é por isso que o primeiro domingo depois da Páscoa deve ser a Festa da Misericórdia. Nesse dia, os sacerdotes devem falar às almas desta Minha grande e insondável misericórdia” (D. 570).
Fonte - 

Nenhum comentário:

Postar um comentário